Colonia Russa Isolada nos Campos Gerais


Colônia isolada nos campos gerais
Os russos que vivem na colônia Santa Cruz, em Ponta Grossa, na Região dos Campos Gerais, preservam costumes e culturas que remontam ao século XVII. Procuram se manter isolados boa parte do tempo e não são muito adeptos a visitas de “estrangeiros”.



Os pioneiros dos imigrantes que deram origem à colônia nasceram na Rússia e fugiram durante a Revolução Russa (1917) para o território chinês, onde permaneceram por aproximadamente 25 anos. Procuravam conservar seus costumes milenares, desde os tempos de Bizâncio e da Antiga Rússia Czarista.

Entretanto, durante a Revolução da China, em 1949, eles se sentiram amedrontados e inseguros com a possibilidade de MaoTséTung assumir o poder. Os imigrantes russos passaram a fugir para Hong Kong, onde alguns conseguiram asilo político. Outros conseguiram fugir para as Filipinas e, daí, para os Estados Unidos e o Canadá.

Alegando perseguições do exército chinês, os remanescentes russos em terras asiáticas pediram para que a Organização das Nações Unidas desse uma força. Por meio de uma intercessão da ONU, cerca de 100 russos conseguiriam entrar em acordo com o governo brasileiro e passaram a morar nos Campos Gerais a partir do mês de julho de 1958.
Hoje os descendentes desses imigrantes habitam a colônia denominada Fazenda Santa Cruz, localizada no distrito de Guaragi, no sul do município de Ponta Grossa, na PR 151.
russos_box3_2Os moradores da localidade mantêm hábitos fortemente influenciados pela religião ortodoxa antiga. Trata-se de uma comunidade, como salienta Altiva PilattiBalhana, que se recusou a aceitar as reformas da Igreja Ortodoxa Russa no século XVII. São conhecidos na Rússia como “staroveri”, que, literalmente, significa “velhos crentes”.


No dia a dia da colônia Santa Cruz, o morador geralmente traja as vestimentas típicas da comunidade. Para o homem, calça social, camisa colorida e um cinto de pano na cintura para separar seus “dois corpos”. E a mulher também estará com seu avivado vestido e os loiros cabelos cobertos com o lenço. Na teoria, todo meio de comunicação de massa é proibido pela religião. Embora muitos moradores mantenham alguma televisão “escondida” em algum quarto da casa.